De acordo com entendimento do juiz Luciano José de Oliveira, da Vara do Trabalho de Três Corações (MG), uma transportadora foi condenada a indenizar em

De acordo com entendimento do juiz Luciano José de Oliveira, da Vara do Trabalho de Três Corações (MG), uma transportadora foi condenada a indenizar em R$ 200 mil a título de danos morais a família de um motorista que morreu em decorrência de contaminação pelo novo coronavírus.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Dessa forma, segundo o juiz, o trabalhador teria contraído o vírus durante o desempenho de suas atividades em uma viagem. Por isso, haviam requisitos para considerar a morte como acidente de trabalho.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Com base no argumento, o titular imputou à empresa o dever de indenizar a família da vítima, o que pode se transformar em uma tendência.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here