De acordo com último levantamento Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o preço médio do diesel avançou novamente no início de agosto. O combustível apresentou

De acordo com dados do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o preço do diesel voltou a subir com um aumento de 2,5% nas bombas em setembro ante agosto de 2019. O litro registrou média nacional de R$ 3,821, contra R$ 3,727 registrado em agosto.

Depois de um período de baixa, o preço do diesel voltou a subir, com o avanço de 2,5% nas bombas, revela o levantamento de setembro do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). O litro registrou média nacional de R$ 3,821, ante os R$ 3,727 de agosto. Outro dado que chama atenção é a diferença de valores nas regiões brasileiras, que chega a 16%. Enquanto a média da Região Sul, de R$ 3,50, na Região Norte, o combustível ultrapassa os R$ 4,00.

De acordo com o Diretor-Geral de Frotas e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau, apesar de esperada a alta foi bastante sentida nas estradas do país. “Os motoristas sentiram no bolso o aumento do preço do diesel. A alta mais expressiva foi registrada na Região Sul, de 3,6%. Esse reajuste nos valores já era esperado, como reflexo das altas do repasse às refinarias, ocorrido principalmente no último mês. O que ainda chama a atenção é a alta variação de preços, pois o motorista que abastece na Região Norte chega a pagar R$ 0,50 a mais que o da Região Sul”.

As Regiões Sul e Sudeste, mesmo com a alta, permanecem com os menores preços, com médias de R$ 3,50 e R$ 3,672, respectivamente. O Paraná, pelo terceiro mês consecutivo, se destaca com o menor valor do litro, vendido a R$ 3,446. Já o aumento mais expressivo para o combustível foi registrado no Tocantins, com avanço de 4,7% e o litro vendido a R$ 3,719, ante os R$ 3,552 de agosto. No Centro-Oeste e no Nordeste, o preço médio do combustível também aumentou: 2,7% e 2,3%, respectivamente.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here