A movimentação mensal de janeiro fechou com alta de 4% nos portos de Paranaguá e Antonina, no Paraná. Dessa forma, as importações e exportações

A movimentação mensal de janeiro fechou com alta de 4% nos portos de Paranaguá e Antonina, no Paraná. Dessa forma, as importações e exportações chegaram a 3.599.435 toneladas de cargas no primeiro mês do ano. Nos mesmos 31 dias, no ano passado, foram registradas 3.446.228 toneladas.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

“Apesar de toda a chuva que tivemos em janeiro, o que acaba impactando em algumas operações, nos períodos de estiagem os operadores conseguiram aumentar a produtividade. Com isso, gerando bons resultados, principalmente nos segmentos de carga geral e granéis líquidos, que sustentaram a alta”, afirma Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná.

De carga geral, 1.027.598 de toneladas de cargas foram movimentadas no último mês de janeiro. Portanto, o volume é 12% maior que as 915.861 toneladas de janeiro de 2020. Já de graneis líquidos, este ano, foram 664.225 toneladas, entre importação e exportação. No mesmo período, no ano passado, foram 610.370 toneladas. A alta registrada, no segmento, é de 9%.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

De acordo com Garcia, o segmento mais impactado pelas paralisações com a chuva é o dos graneis sólidos, que registrou, de fato, leve queda. Comparando janeiro deste ano, quando foram movimentadas 1.907.613 toneladas de graneis, nos dois sentidos, a janeiro de 2020, com 1.919.997 milhões de toneladas, a variação foi de -1%.

“Com a entrada da nova safra, já a partir do final deste mês de fevereiro, certamente o segmento já volta a crescer por que a comercialização segue aquecida, com boa parte dos contratos já fechados”, comenta o presidente.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here