Com a crise da Covid-19 abatendo o caixa das empresas, muitas vezes é preciso se desfazer de alguns ativos. Dessa forma, a venda de veículos

Com a crise da Covid-19 abatendo o caixa das empresas, muitas vezes é preciso se desfazer de alguns ativos. Dessa forma, a venda de veículos pode ser uma alternativa.Por isso, para ajudar nessa recuperação financeira, a Marbor Frotas Corporativas está lançando o Plano Marbor de Liquidez (PML), que funciona da seguinte forma: a locadora compra a frota do cliente. No entanto,  este continua utilizando os mesmos carros ou caminhões, pagando um aluguel.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

“Na prática, o cliente recebe um valor à vista pelos seus ativos, auxiliando assim o seu caixa, e passa a pagar parcelas de locação, e utilizando os bens da mesma forma que sempre os utilizou”, explica Renato Vaz, diretor da Marbor.

De acordo com o executivo, ainda existem outras vantagens do Plano Marbor de Liquidez. “O cliente não precisa interromper sua operação, já que o bem não é substituído. Além disso, tem um comprador garantido, em um momento em que as vendas no mercado estão mais difíceis. E, por fim, não precisa obter crédito para comprar outros ativos, já que continuará utilizando sua frota”.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

A Marbor compra os veículos pelo valor de mercado, levando em conta o estado de conservação. Já o valor da locação depende do prazo do contrato e do pacote de serviços oferecidos pela locadora, como manutenção, seguro e rastreamento, entre outros.

O executivo lembra que o PML pode ser utilizado por empresas que tenham interesse de vender carros leves, caminhões ou mesmo empilhadeiras. Não há um número mínimo de veículos para este tipo de contrato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here