Bolsonaro apela que caminhoneiros não interditem rodovias

Desde a manhã desta quarta, 8, caminhoneiros realizam manifestações a favor do governo e contra o STF nas rodovias do país. Atualmente, mais de

Desde a manhã desta quarta, 8, caminhoneiros realizam manifestações a favor do governo e contra o STF nas rodovias do país. Atualmente, mais de 15 estados estão com pelo menos uma rodovia paralisada em função dos protestos. Por isso, o próprio presidente Jair Bolsonaro enviou uma mensagem pedindo aos motoristas que não realizem bloqueios nas vias.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Em áudio, Bolsonaro pediu para os caminhoneiros não bloquearem as rodovias alertando que não adiantaria de nada esse tipo de atitude. Além disso, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, gravou um vídeo para tentar desmobilizar os manifestantes.

Na mensagem, Bolsonaro trata os caminhoneiros como “aliados” e apela para que os manifestantes desobstruam as vias porque “atrapalha nossa economia”. “Fala para os caminhoneiros aí que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação, prejudica todo mundo, em especial os mais pobres. Dá um toque nos caras aí para liberar. Deixa com a gente em Brasília aqui agora. Não é facil negociar com outras autoridades, mas vamos fazer nossa parte, vamos buscar uma solução para isso”, afirma o presidente no áudio.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Os bloqueios começaram durante as manifestações do 7 de Setembro convocadas pelo presidente Jair Bolsonaro, e se seguiram durante o dia. A pauta dos manifestantes é a defesa do governo federal e contrária ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!