O inesperado crescimento do PIB no segundo trimestre de 2019, trouxe boas expectativas para os setores de Varejo e Construção.

O inesperado crescimento do PIB no segundo trimestre de 2019, trouxe boas expectativas para os setores de Varejo e Construção. Isso porque, foi registrado aumento de 0,3% no consumo familiar ante o trimestre anterior e 1,6% no comparativo anual. Além disso, a construção civil teve avanço de 2% frente ao primeiro trimestre de 2018. Dessa forma, interrompendo uma série de 20 trimestres seguidos de queda.

De acordo com o economista-chefe do Modalmais, Alvaro Bandeira, os setores de varejo e construção terão trimestre promissores. Segundo ele, depois de dois anos de recessão, o consumo está represado. Com isso, uma parte da melhora do cenário pode estar ligado à necessidade de reposição.

Confira nossa página especial sobre economia

Segundo o analista da Mirae Asset, Pedro Galdi, a demanda doméstica segue reprimida. Por isso, qualquer sinal de melhora acaba superando as expectativas, como aconteceu no segundo trimestre. “A perspectiva continua apontando para um quarto trimestre mais aquecido no consumo, até pela sazonalidade das festas de final de ano. Portanto, uma melhora representativa virá em 2020”, afirma o profissional.

O analista da Nova Futura Investimentos, Alexandre Faturi, mantém o otimismo em relação às varejistas. E lembra que as construtoras já devem sentir os benefícios dos financiamentos indexados pelo IPCA, com vendas maiores. “Com a constatação de que o setor teve performance acima da esperada no segundo trimestre, a perspectiva do setor fica reforçada”, diz Faturi.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here