Roberto Cortes, da VWCO, comemora as conquistas do ano

Em lugar dos números de mercado, o CEO da montadora destacou os feitos da empresa no período

A Volkswagen Caminhões e Ônibus(VWCO) realizou hoje (9/dez) o tradicional encontro coma Imprensa especializada, para fazer o balanço do ano de 2021. Contudo, ao invés de números de produção e vendas, a empresa preferiu destacar as conquistas no período. O destaque foi a marca de cinco mil trabalhadores no complexo industrial de Resende (RJ), alcançada esse ano. Desse total, mil profissionais foram contratados desde o início da pandemia, o que representa um crescimento de 25% do quadro. A empresa também comemora os 25 anos da planta fabril, que opera com base no Consórcio Modular, em parceria com grandes fornecedores.

“Demos início à nossa operação em Resende há 25 anos com apenas cem colaboradores. Hoje superamos os cinco mil profissionais, que vão muito além da produção dos caminhões e ônibus Volkswagen em circulação em mais de 30 países ao redor do mundo. Construímos aqui nosso centro mundial de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, que é referência mundial. Abrigamos em nosso fábrica o maior polo de eletromobilidade da América Latina e continuamos expandindo nossos negócios”, destaca Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Dois turnos

Para atender ao crescimento da demanda de caminhões no ano de 2021, a fábrica de VWCO voltou a operar com um segundo turno completo de produção. Além de atender ao aumento da procura, a iniciativa busca garantir a participação de mercado da empresa. No acumulado de janeiro a novembro, a montadora detinha 29,11% do mercado de caminhões e 27,03% do mercado de ônibus, segundo o Renavam. Se mantido esse percentual, a VWCO poderá encerrar o ano na liderança do mercado de caminhões, posição que perdeu para a Mercedes-Benz em 2016.

No plano internacional, Roberto Cortes informou que o VW e-Delivery, primeiro caminhão elétrico da marca desenvolvido no país, inicia sua fase de testes em outros países da América Latina, com vistas à exportação do produto através de distribuidores locais. Outro anúncio importante é a parceria firmada com a MACC, importador do produto nas Filipinas, com vistas à montagem de ônibus VW no país, em conjunto com a importação de caminhões “made in Brazil”. Vale lembrar que a empresa já conta com instalações industriais de montagem no México e na África do Sul.

Por último, o CEO da empresa antecipou que irá lançar em janeiro próximo o novo Delivery Express, já ajustado à norma de emissões Proconve P-8. Ele virá equipado com motor desenvolvido pela Engenharia da fábrica e produzido pela FPT, agora com mais potência e nova calibração que poderá resultar em uma economia de até 5% no consumo de combustível.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!