De olho na retomada do transporte rodoviário de passageiros, em função do avanço da vacinação no país, a Volvo apresentou sua nova geração de chassis p

De olho na retomada do transporte rodoviário de passageiros, em função do avanço da vacinação no país, a Volvo apresentou sua nova geração de chassis para longa distância. Os modelos B420R e B450R ganharam algumas melhorias, dessa vez mais cosméticas e, agora, passam a ser rebatizados de B420R+ e B450R+. As novidades incorporam novos recursos tecnológicos, voltados para o aumento da eficiência, da segurança e da conectividade, entre outros.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

“Decidimos melhorar ainda mais o que já era bom”, resume Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin America. “Estamos apresentando produtos ainda mais modernos e com melhor desempenho para a rentabilidade do transportador”, completa.

Projetados especialmente para operações de longa distância, que utilizam versões de piso duplo (Double Decker) e com posto rebaixado do motorista (low driver), os novos B420R+ e B450B+ estão sendo oferecidos nas versões 6×2 e 8×2, com motorização de 420cv e 450cv.  Segundo Paulo Arabian, diretor comercial de ônibus da Volvo no Brasil, os novos chassis tem preço de tabela 5% superior em relação às versões anteriores.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Destaques

Entre as melhorias incorporadas, destaque para o novo sistema de pós-tratamento CR) com sistema de dosagem de Arla32 atualizado, que simplifica a manutenção e reduzindo os custos operacionais. O dispositivo ganhou novo módulo de comando, além de nova bomba e injetores e seguem o mesmo padrão adotado nos caminhões da Volvo.

Outra novidade é a nova versão da caixa de transmissão I-Shift, que agrega um novo software que possibilita mudanças de marchas mais rápidas e suaves, em benefício do conforto e do desempenho. “Conjugados, o novo software do motor e a nova I-Shift podem trazer até 5% de redução no consumo, dependendo do trecho e condições de operação”, garante Gilcarlo Prosdócimo, gerente de engenharia de vendas da Volvo Buses na América Latina.

Volvo Bus Connect

O aumento da conectividade também não foi esquecido nos novos chassis da montadora curitibana. O Volvo Bus Connect ganhou novas funcionalidades, permitindo que o operador possa gerir a frota de forma remota através do celular, incluindo o consumo de combustível, a faixa econômica de direção, o tempo em marcha lenta, entre outros.

No quesito segurança, os novos B420R+ e B450B+ trazem a última geração do Sistema de Segurança Ativa (SSA), que oferecem um conjunto de tecnologias voltadas para evitar acidentes. A vasta lista inclui o “Aviso de colisão frontal com frenagem de emergência”, “Aviso de Mudança de Faixa”, “Sinal de Alerta no Para-brisa”, “Piloto Automático Adaptativo” e “Assento Vibratório”. Sem contar o controle eletrônico de estabilidade (ESP), freios eletrônicos a disco (EBS) e sistema antitravamento (ABS), todos fornecidos de série.

Por último, os novos chassis mostram agora um novo volante forrado em couro, com 50 cm de diâmetro, e projetado para oferecer mais conforto e segurança ao dirigir. Junto com um novo tacógrafo digital, de menor custo de operação e memória interna de até sete dias de gravação, segundo o fabricante.

Na parte do financiamento, os transportadores que adquirirem os novos B420R+ e o B450R+ poderão usufruir do suporte extra do Banco Volvo, que oferece uma linha de crédito com prazos de até 66 meses e carência de até seis meses e início de pagamento somente em 2022.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here