O volume de serviços prestados no Brasil cresceu 0,6% em janeiro, na comparação com dezembro. Assim, a amostragem completa uma sequência

O volume de serviços prestados no Brasil cresceu 0,6% em janeiro, na comparação com dezembro. Assim, a amostragem completa uma sequência de oito meses sem registrar queda. No entanto, o setor ainda não conseguiu recuperar todas as perdas diante da pandemia do coronavírus. É o que apontam os dados divulgados nesta terça-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Por exemplo, na comparação com janeiro de 2020, o setor de serviços registrou queda de 4,7%. Esse foi o segundo pior resultado para o primeiro mês do ano de toda a série histórica da pesquisa, iniciada em 2012, ficando atrás somente de janeiro de 2016, quando o tombo foi de 5%. Por sua vez, o indicador acumulado em 12 meses apresentou recuo de 8,3%, variação negativa recorde para um mês de janeiro.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

O setor, que tem o maior peso na economia brasileira, fechou 2020 com um tombo recorde de 7,8%. Com isso, tendo sido a principal influência negativa sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do país, que teve queda de 4,1%, a maior retração registrada nos últimos 25 anos.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here