A Volkswagen transferiu a produção de motores de combustão da Alemanha para o Brasil e Argentina. Com isso, a montadora deixa na Alemanha

A Volkswagen transferiu a produção de motores de combustão da Alemanha para o Brasil e Argentina. Com isso, a montadora deixa concentra na Europa a produção de baterias para carros híbridos e elétricos, juntamente com automóveis movidos a energia elétrica.

De acordo com o presidente da montadora na América do sul, Pablo Di Si, o processo ocorre em razão da eletrificação de veículos europeus. Portanto, como aqui o processo ainda engatinha a demanda de motores a combustão é maior. As exportações de motores também serão atendidas através das fábricas de São Carlos (Brasil) e Córdoba (Argentina).

Leia também: Apta, da VWCO, entrega 30 caminhões para atender à Sabesp

Após a mudança, a fábrica brasileira produziu 40 mil motores a mais em 2019, que o mesmo período ano passado. Já a fábrica argentina teve um aumento de 150 mil unidades produzidas neste período.

Apesar do aumento de produção, Di Si acredita que o crescimento tem prazo de validade. Segundo ele, é uma questão de tempo até que a onda de veículos elétricos chegue ao continente. Dessa forma, a demanda deixaria de existir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here