A VLI e a Bamin assinaram contrato para garantir fluxo de minério de ferro da Mina de Caetité, no interior do Estado da Bahia.

A VLI e a Bamin assinaram contrato para garantir fluxo de minério de ferro da Mina de Caetité, no interior do Estado da Bahia. Esse fluxo deve garantir a chegada do insumo ao Porto TUP Enseada do Paraguaçu, no litoral baiano, onde será exportado. A operação iniciou em julho e a movimentação estimada é de 490 mil toneladas ao longo de 2021.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

O investimento desta primeira operação é de R$ 35,8 milhões. O recurso é destinado a investimento em material rodante; a reativação do terminal ferroviário em Licínio de Almeida; e a construção de um terminal de transbordo ferroviário/rodoviário em Castro Alves. Esse último, é o local em que será realizada a descarga do minério de ferro dos vagões e o carregamento dos caminhões que seguirão até o porto.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A operação de escoamento de minério de ferro já vem sendo realizada a partir do Terminal da Bamin desde agosto. Os vagões seguem até Minas Gerais pela Ferrovia Centro-Atlântica (FCA).

O gerente-geral comercial de Siderurgia, Construção e Industrializados da VLI, Asley Ribeiro, considera importante viabilizar projetos minerais no estado. Segundo ele, a Bahia já é um dos maiores produtores minerais do país. “Tenho convicção de que esta parceria contribuirá para o crescimento do setor mineral baiano e o avanço do transporte ferroviário da VLI no estado por meio da Ferrovia Centro-Atlântica”, afirma.

Fonte: Portos e Navios

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here