Em agosto, a indústria nacional de pneumáticos segue sua rota em busca da retomada, apresentando crescimento de 11,3%

Em abril, a indústria nacional de pneumáticos teve queda de 74,6% em comparação ao mesmo período de 2019. Dessa forma, mostrando o resultado da baixa acentuada nas vendas para montadoras (-96,8%) e para o mercado de reposição (-65,2%).

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Com isso, o mês fechou com um total de 1.202.616 unidades comercializadas. Os dados fazem parte do levantamento setorial divulgado pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

De acordo com Klaus Curt Müller, presidente executivo da ANIP, a retomada de cada mercado será em um momento diferente. “À medida que a indústria de veículos como um todo voltar à atividade, acreditamos que será possível reativar o mercado de vendas de equipamento original. Quanto ao mercado de reposição, ele segue de acordo com as restrições de cada município e estado. Esse retorno heterogêneo e de longo período tem um alto custo para a indústria, por isso é preciso definir um novo conjunto de ações que suportem o retorno da indústria e da economia como um todo, como outros países já estão fazendo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here