As vendas de combustíveis pelas distribuidoras do Brasil tiveram nova melhora mensal em junho. No entanto, ainda assim terminaram o primeiro semestre

As vendas de combustíveis pelas distribuidoras do Brasil tiveram nova melhora mensal em junho. No entanto, ainda assim terminaram o primeiro semestre de 2020 com queda acumulada de 8,7% em relação a igual período do ano passado, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A comercialização total dos produtos em junho atingiu 10,2 bilhões de litros, alta de 7,17% na comparação com o mês anterior. Entretanto, queda de cerca de 8% ante mesmo mês de 2019.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

O resultado mensal é o mais alto desde março. Em abril, quando o país teve o pior resultado do ano em vendas, com 8,87 bilhões de litros, as medidas de isolamento social para contenção da Covid-19 tiveram seu ápice no país. Assim, a restrição às circulações gerando uma derrocada no consumo de combustíveis.

Por outro lado, o dado representa o menor nível para um mês de junho desde 2010, ainda impactado pelos efeitos da pandemia. No semestre, as vendas totalizaram 61,6 bilhões de litros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here