Entidades manifestam-se em apoio ao Projeto de Lei 3.278/2021, que prevê um novo marco legal para o setor de transporte público coletivo.

Os motoristas e sindicalistas de Santos, São Paulo, realizaram um protesto, na manhã desta segunda, 19. De acordo com os manifestantes, o motivo é a demissão de trabalhadores do transporte público municipal.

Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Segundo o G1, a Viação Piracicabana teria entrado em contato com o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Santos. A ideia era tentar um acordo para parcelar as rescisões dos funcionários.

Na madrugada desta segunda, por volta das 4h, foi realizada uma reunião na garagem da empresa. Assim, cerca de 100 motoristas se reuniram no local e discutiram o reajuste salarial. Além disso, pelo sindicato, estava previsto para maio deste ano.

Cerca de cem motoristas se reuniram na manhã desta segunda-feira (19) — Foto: Divulgação/Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Santos
Foto: Divulgação/Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Santos

“Pedimos o reajuste de 7,59% no salário e 11,11% nos benefícios. A gente apresentou a proposta para a empresa e eles disseram que não têm como aumentar o salário”. Quem explica é o vice-presidente, João Alberto Torres Simões.

Ainda mais, Fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A assembleia durou cerca de 2 horas, atrasando a saída dos ônibus da garagem. Dessa forma, prejudicando a população. Por volta das 6h, os ônibus voltaram a circular pela cidade.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here