Proposta em tramitação na Câmara aumenta o custo do transporte, diz CNT

A CNT (Confederação Nacional dos Transportes) vê com apreensão o Projeto de Lei 8.456/17, que tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados.

O texto legal obriga as empresas que atuam no transporte de cargas (rodoviário, ferroviário e aéreo), passageiros, marítimo e com o armazenamento de contêineres a recolher, obrigatoriamente, 20% sobre os pagamentos dos empregados e contribuintes individuais para a Previdência Social.

Com a cobrança de impostos sobre a contribuição previdenciária, o custo da prestação dos serviços de transporte aumentará significativamente, garante a entidade.

Na avaliação do presidente da CNT, a tributação penaliza o setor produtivo, que é fundamental para a reativação da economia brasileira. “Fazemos a movimentação de trabalhadores e transportamos toda a produção do país, desde os insumos aos bens finais”, conclui o representante da Confederação.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here