As ameaças tarifárias de Donald Trump contra o México, pode beneficiar a venda de milho ao Brasil. O México busca alternativas para suprimento do cereal.

As ameaças tarifárias de Donald Trump contra o México, pode beneficiar a venda de milho para o Brasil. Dessa forma, o México está recorrendo à América do Sul em busca de garantir o suprimento do cereal.

O México comprou 2,5 milhões de toneladas de milho brasileiro na semana passada, segundo Sol Arcidiacono, analista da ED&F Man Capital Markets na Argentina. Ao mesmo tempo, o presidente americano fez ameaças ao governo mexicano. Na última quinta-feira, Trump avisou que imporá tarifas ao México caso a nação não detenha o fluxo de imigrantes ilegais nos Estados Unidos.

“O México quer mostrar que há outras origens para o milho além dos EUA”, disse Arcidiacono. “O Brasil é uma boa alternativa, especialmente nesta temporada.” Vale lembrar, que a safra brasileira do milho está com previsões positivas para a temporada.

O Brasil não é uma origem usual para os compradores mexicanos. Já que considerando os custos de transporte o milho americano é mais barato. Além disso, as importações da América do Sul demoram muito mais tempo.
De acordo com os dados dos países exportadores, em 2018, o México importou 130.000 toneladas de milho brasileiro. Entretanto, as importações dos EUA atingiram o recorde de 16,7 milhões de toneladas.

Confira esta, e todas as notícias sobre o transporte agrícola em nossa página dedicada.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here