O Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC), vinculado ao Setcesp, divulgou os resultados da Sondagem Econômica do panorama de 2018 e as perspectivas para 2019 do setor de transporte rodoviário de cargas.  A pesquisa contou com a participação de 103 empresas transportadoras localizadas na base territorial do sindicato paulista. O trabalho tem o objetivo de contribuir com informações substanciais e estimular discussões sobre o planejamento estratégico das empresas, as políticas de representatividade setorial e sobre os impactos gerados por fatores externos.

O estudo revela que, em 2018, 81% das empresas apresentaram uma variação positiva no volume de carga transportada e em comparação com 2017, 85% das empresas tiveram aumento no faturamento. Também constatou que o setor demanda por melhorias na infraestrutura rodoviária; equilíbrio nos preços dos insumos; acesso ao crédito para compra de equipamentos; redução da carga tributária; combate a concorrência desleal; capacitação especializada da sua mão de obra e visibilidade pelo governo Bolsonaro.

Neste ano, as empresas pretendem investir 10% do faturamento na renovação da frota e 4% em novas tecnologias. Para 52% dos entrevistados, o valor do frete irá melhorar, enquanto outros 41% apostam na estabilidade e 7% na piora do quadro.

Em 2019, os empresários sinalizam uma expansão da capacidade produtiva e esperam que, vencido os desafios das reformas, principalmente a da previdência, o setor terá um cenário propício a um crescimento sustentável.

Fonte: SETCESP

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here