O cenário do primeiro bimestre deste ano em relação aos consórcios mostraram estabilidade do segmento. Nos meses de janeiro e fevereiro,

O cenário do primeiro bimestre deste ano em relação aos consórcios mostraram estabilidade do segmento. Nos meses de janeiro e fevereiro, a somatória das vendas atingiu 525,33 mil novas cotas, similar às 530,11 mil do mesmo período do ano passado. No entanto, um aumento no valor mensal do tíquete médio de fevereiro, em relação aos de dezembro e janeiro últimos, fizeram os negócios consorciais anotaram crescimento de 33,4% sobre o mesmo período de 2020.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

De acordo com dados da ABAC, Associação Brasileira de Consórcios, os negócios alcançaram R$ 31,93 bilhões, nos dois meses, 33,4% superiores aos R$ 23,93 bilhões observados no ano anterior. Além disso, o número de participantes ativos 13,1% no total de participantes ativos, atingiram 7,92 milhões, novo recorde histórico, sobre os 7,00 milhões do ano anterior. Com a manutenção do acumulado bimestral de adesões, houve alta nos setores de veículos leves, motocicletas, imóveis e serviços contra as retrações em veículos pesados e eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Segundo Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC, “apesar de já estarmos vivenciando picos dos efeitos da pandemia da Covid-19, conseguimos sensibilizar os que têm pretendido adquirir bens ou contratar serviços disponibilizando o consórcio como alternativa”.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here