A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou na terça-feira (18) a 10ª edição da Sondagem Expectativas Econômicas do Transportador, um estudo aplicado com 776 representantes do setor de 31 de outubro a 28 de novembro com objetivo de fazer um balanço de 2018 e desenhar as expectativas do setor quanto ao desempenho da economia, geração de empregos, renovação de frota e outros temas relacionados à atividade.

Segundo a entidade chama a atenção o grau de confiança do setor no novo governo: 85,2% dos entrevistados creem que a gestão novo presidente será capaz de solucionar os problemas de infraestrutura no país, sendo que 82,1% apostam que gradualmente e 3,1% rapidamente. Situação semelhante ocorre em assuntos macroeconômicos: 76,6% dos participantes projetaram para 2019 um crescimento do PIB superior ao de 2018.

“Os empresários do setor querem ampliar suas frotas e aumentar o ritmo das suas atividades. A proposta de um mercado mais aberto, aliada à intensificação do programa de concessões e à continuidade de reformas estruturantes, poderá munir o país das condições necessárias para a melhoria da infraestrutura de transporte”, resumiu o presidente da CNT e dos Conselhos Nacionais do SEST e do SENAT, Clésio Andrade, à Agência CNT de Notícias.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here