Os segmentos de transporte aéreo e rodoviário registraram desempenho positivo, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados

Os segmentos de transporte aéreo e rodoviário registraram desempenho positivo, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Foram levados em consideração os últimos 12 meses encerrados em maio de 2021.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) avaliou o desempenho recente do saldo de vagas celetistas, considerando mais de 2.500 profissões. Assim, observando não apenas a significância da expansão da força de trabalho, mas também critérios de representatividade.

De acordo com o Caged, o emprego celetista registrou um saldo positivo de 2,58 milhões de postos de trabalho. Portanto, um crescimento de 6,8% em relação ao estoque de postos de trabalho de maio de 2020.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A reativação do mercado de trabalho celetista nos últimos 12 meses atinge atualmente a maioria das atividades econômicas na forma de geração de saldos positivos expressivos entre admissões e desligamentos. Destacam-se as ampliações nas respectivas forças de trabalho da construção (+15% ou 317,2 mil vagas), agropecuária (+9,5% ou 150 mil vagas), indústria (+8,8% ou 636 mil vagas) e comércio (+7,2% ou 642,9 mil vagas).

No que diz respeito especificamente ao segmento de transportes, houve destaque, segundo o estudo da CNC, em atividades como engenheiros aeronáuticos (aumento de 20,8% em relação ao estoque de postos de trabalho de maio de 2020), monitores de transporte escolar (+18,5%), cobradores de coletivos (+18,4%), comissários de voo (+13,5%).

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here