O Setcesp colocou em seu site um serviço de monitoramento das estradas, antecipando-se às ameaças de nova paralisação dos caminhoneiros em protesto à decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fuz, de suspender as multas para aqueles que descumprirem a tabela do frete mínimo.

Segundo a entidade, a ação tem objetivo de manter os associados à entidade e empresas de sua base territorial informados sobre eventuais bloqueios e paralisações para que as mesmas possam avaliar seus planejamentos operacionais e reorganizar rotas a fim de manter o atendimento aos seus clientes, seja para coleta, entrega ou transferência de mercadorias”.

Em nota, a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) se posicionou contra a greve e a favor de um livre mercado no segmento.

Para acompanhar a situação das estradas, acesse http://www.setcesp.org.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here