A Scania comemorou hoje (28) a entrega dos primeiros caminhões movidos a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano do Brasil.

A Scania comemorou hoje (28) a entrega dos primeiros caminhões movidos a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano do Brasil. Os veículos foram encomendados pela RN Express e a Jomed Log, ambas de Guarulhos (SP). Cada empresa adquiriu dois caminhões da marca, ambos do modelo R 410 6×2, que serão utilizados no transporte de produtos da L’Oréal e da Nespresso.

“Celebrar a entrega dos primeiros caminhões a gás comprova que estamos no caminho certo”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil, referindo-se à mudança para um sistema de transporte mais sustentável. Segundo o executivo, a Scania, a RN Express e a Jomed Log entrarão para a história, por sua contribuição para a redução das emissões de CO2 no planeta.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Os novos caminhões da Scania foram projetados para rodar 100% a gás natural veicular e/ou biometano, ou com a mistura de ambos. Eles vêm equipados com motores do ciclo Otto, ou seja, não são versões a diesel convertidas para gás. O abastecimento pode ser efeito nos postos que oferecem esse combustível, desde que equipados com compressores próprios para tanques de grande capacidade e maior pressão.

Eduardo Garrido, diretor comercial, da Jomed Log, admite que o país passa por um momento difícil, em função da pandemia do coronavírus, e que o retorno desse investimento é a médio e longo prazo. “Mas, nós entendemos que ter um pouco de ousadia e nos desafiar é algo importante, tendo em vista o compromisso com a sustentabilidade e a própria sociedade” comenta.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Rodrigo Navarro, diretor comercial da RN Express, faz coro com seu colega de negócios, ao afirmar que há três anos a empresa assumiu esse compromiso com a sustentabilidade, através dos próprios clientes, a L’oreal e Nespresso, que vem apoiando esse projeto. “Por isso abraçamos a proposta da Scania, que permitiu estartar e avançar ainda mais nesse projeto sustentável”, comenta o executivo, ao lembrar que os veículos foram adquiridos durante a Fenatran e, agora, começam a entrar em efetiva operação.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here