A Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) terá ajuste nas tarifas de pedágio. Dessa forma, transitar pela via que liga as cidades de São Paulo

A Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) terá ajuste nas tarifas de pedágio. Dessa forma, transitar pela via que liga as cidades de São Paulo (SP) e Curitiba (PR) ficará mais caro a partir de sábado, 18 de julho de 2020.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Com o reajuste, a nova tarifa saltará dos atuais R$ 3,20 para R$ 3,30 nas seis praças de pedágio ao longo da pista. O reajuste do pedágio foi aprovado pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

O reajuste indicou o percentual positivo de 3,27%, correspondente à variação do IPCA no período, com vista à recomposição tarifária. Assim, a Tarifa Básica de Pedágio reajustada, antes do arredondamento, passou de R$ 3,23818 para R$ 3,33772.

Este valor foi reajustado após arredondamento, para a categoria de veículo 1, de R$ 3,20 para R$ 3,30, nas praças de pedágio P1, em Itapecerica da Serra/SP, P2, em Miracatu/SP, P3, em Juquiá/SP, P4, em Cajati/SP, P5, em Barra do Turvo/SP, e P6, em Campina Grande do Sul/PR. A tarifa para ônibus será de R$ 6,60.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here