Rodofort atuará com a Guerra no ramo de implementos para pesados. A empresa foi adquirida em leilão pela empresa LHI que pertence ao grupo I.Riedi.

Rodofort firma parceria com a Guerra no ramo de implementos para pesados. A empresa foi adquirida em leilão pela empresa LHI que pertence ao grupo I.Riedi, mesmo grupo a qual pertence a Rodofort. A retomada da produção na fábrica de Caxias do Sul (RS) deve contar com um investimento de aproximadamente R$10 milhões. Isso inclui gastos com manutenção de maquinário, aquisição de matéria-prima, e contratação de pessoas.

A estreia da Guerra novamente no mercado deve acontecer até o último trimestre deste ano. A produção seguirá a mesma linha da Rodofort, ou seja, produtos de linha com espaço para customização. Por isso, o objetivo do grupo é reinserir a Guerra no mercado de forma complementar à Rodofort, que tem sede em Sumaré (SP).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A fábrica de Caxias do Sul (RS) será responsável pelos produtos pesados na linha basculante, tanque e granel. Enquanto a unidade de Sumaré ficará com a produção de modelos sider, baú, porta-conteiner e florestal.

Com a chegada da fábrica de Caxias do Sul as exportações entraram em pauta. Com maior capacidade de produção, será possível buscar clientes no mercado externo.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here