O governador João Doria anunciou que vai antecipar a renovação ou ampliar o lote de concessões das rodovias do país. A expectativa é de que essa ação resulte na diminuição dos valores  na cobrança de pedágio.

“Estamos interessados nos benefícios da concessão de novas rodovias, de novas melhorias e de tarifas mais baixas que vão oferecer aos usuários. Isso é o mais importante”, disse o governador.

Segundo Doria, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) está analisando todos os contratos para possíveis negociações com empresas cujas concessões vencem até 2022. Desse modo, o objetivo é antecipar a renovação de contratos mais extensos. Além disso, pretende ampliar o lote de concessão para os que vencem em breve.

O governador afirmou que as medidas vão permitir o uso de “dois novos modelos” de cobrança de pedágio.  Sendo um deles o ponto a ponto, sistema de cobrança por trecho percorrido.

De acordo com Doria, o modelo de tarifa flexível  também poderá ser implantado. Neste sistema, as cobranças serão menores no período das 22 às 6 horas, o que pode chegar a metade do preço praticado.

“Ajuda a desafogar o trânsito durante o dia, reduz a poluição e estimula o transporte de cargas no período noturno”, afirmou.

Dessa forma, o governo também estuda diferentes formas de entregar as Marginais do Pinheiros e do Tietê ao setor privado. Está na mesa a junção das marginais a algum outro projeto já existente de concessão de rodovias.

Veja: Governo cogita aumentar pedágios de rodovias federais

Fonte: O Estado de S. Paulo.

Compartilhe nas redes sociais

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here