Por conta da pandemia de Covid-19, a orientação das prefeituras e governos dos estados brasileiros está sendo a redução do número de passageiros nos ônibus

Por conta da pandemia de Covid-19, a orientação das prefeituras e governos dos estados brasileiros está sendo a redução do número de passageiros nos ônibus, para evitar aglomeração. No entanto, esta tendência pode causar um aumento nas tarifas em todo o país de acordo com a NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos).

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Segundo o presidente da entidade, Otávio Vieira da Cunha Filho, em entrevista Diário do Transporte, a taxa de passageiros está ligada diretamente ao valor. “Hoje, são seis passageiros por metro quadrado por determinação do poder público. Se ele colocar uma taxa de ocupação muito baixa, a tarifa fica muito alta e o passageiro não consegue pagar”, disse Cunha.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

De modo geral, houve uma queda na demanda das empresas de ônibus de todo o país, por conta das medidas de isolamento social. Alguns municípios relatam diminuição de mais de 70%. Além disso, os governantes estão orientando que as viações não transportem passageiros em pé e determinando ocupação máxima por veículo para evitar a proliferação do novo coronavírus.

De acordo com o presidente da NTU, se o governo deixar do jeito que está, em que só a tarifa financia o serviço de transporte, quando se reduz a ocupação do ônibus o preço da passagem subirá na proporção direta.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here