O Índice de Confiança da Indústria brasileira teve uma alta de 4 pontos na prévia de outubro, na comparação com o número consolidado de setembro.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção industrial teve alta de 0,9% em janeiro. Além disso, o Instituto registrou aumento em 13 das 15 regiões pesquisadas, conforme dados divulgados nesta quinta-feira (12). Dessa forma, registrando o crescimento mais disseminado desde junho de 2018, após a greve dos caminhoneiros que paralisou o setor.

Ainda mais, siga-nos no Instagram e fique informado sobre tudo que acontece no setor de transportes

O principal destaque no mês foi São Paulo, maior parque industrial do país e que funciona como um espelho do setor nacional. A indústria paulista teve avanço de 2,3%, puxando a alta do indicador nacional. Segundo o analista responsável pela pesquisa, Bernardo Almeida, boa parte deste resultado é explicado pela base de comparação baixa.

“A indústria paulista vem de dois meses negativos, em que acumulou queda de 3,7%. O resultado de janeiro foi o mais alto desde agosto de 2019 (3,2%). Essa alta foi impulsionada pelos setores de veículos automotores, máquinas e equipamentos e metalurgia”, disse.

Esse foi o melhor resultado para o primeiro mês do ano desde 2017. No entanto, o setor ainda acumula queda de 1% nos últimos 12 meses.

O Rio de Janeiro foi responsável pela segunda maior influência positiva sobre o indicador nacional, segundo o IBGE. A produção fluminense teve alta de 3,9%, influenciada pelos setores de veículos e derivados de petróleo. Segundo Almeida, foi o maior resultado do estado desde julho do ano passado e permitiu eliminar o recuo de 3,9% registrado em dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here