A produção industrial  de São Paulo teve queda de 2,6% em novembro. O estado foi o principal fator para a queda de 1,2% da produção nacional

A produção industrial  de São Paulo teve queda de 2,6% em novembro. O resultado foi o principal fator para a queda de 1,2% da produção nacional. Além disso, 11 dos 15 locais pesquisados tiveram um recuo registrado no mês avaliado.

Essa disseminação de resultados negativos é a maior desde novembro de 2018, quando também foram registradas taxas negativas em 11 locais. Os dados são da Pesquisa Industrial Mensal Regional, divulgada hoje (14) pelo IBGE.

“O recuo foi atribuído à influência negativa do setor de alimentos, principalmente o açúcar, compensando a alta inesperada do mês anterior. Outro fator que afetou a produção industrial de São Paulo foi a redução da produção do setor de veículos automotores, especialmente automóveis, devido ao período de férias coletivas, após a antecipação de produção em outubro”, explica o analista responsável pesquisa, Bernardo Almeida.

Como destaque positivo, o Rio de Janeiro cresceu 3,7%. Essa é a segunda alta consecutiva e a mais intensa desde julho de 2018 (6,8%), puxada pelo setor extrativo (petróleo de gás natural). O segundo setor que afetou positivamente a produção industrial do Rio de Janeiro foi a produção de derivados de petróleo (refino).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here