Prefeitos de capitais e de cidades da região metropolitana de São Paulo viajaram para Brasília nesta quarta-feira (24) para pedir medidas de subsídio

Prefeitos de capitais e de cidades da região metropolitana de São Paulo viajaram para Brasília nesta quarta-feira (24) para pedir medidas de subsídio ao transporte coletivo por parte do governo federal. Dessa forma, eles buscam evitar uma alta expressiva das tarifas de ônibus no começo do próximo ano. O pedido é por dinheiro para subsidiar o serviço ou desoneração do óleo diesel.

Segundo o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), o diesel subiu 66,5% só este ano e representa 20% do custo dos ônibus. “Se não tiver alguma medida para aliviar os custos, haverá aumento de tarifa agora para todas as cidades. Seria muito doloroso para a população mais carente, que ainda está vivendo os efeitos da pandemia”, disse.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Os prefeitos se reuniram com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), para pedir ajuda e ouviram a promessa de que ele terá atenção com essa pauta. “Ele tem parentes que são prefeitos e se disse sensibilizado com o problema”, disse Nunes. Eles se encontrarão à tarde com integrantes do Ministério da Economia para tratar da mesma pauta.

O grupo de prefeitos também pediu a Lira a votação da proposta de emenda constitucional (PEC) que permite aos prefeitos e governadores descumprir o piso constitucional de gastos em saúde e educação em 2020 e 2021, por causa da pandemia. Estados e municípios precisam destinar 25% de suas receitas correntes líquidas (RCL) para educação, mas as despesas ficaram abaixo do previsto por causa do fechamento das escolas em decorrência da covid-19.

Fonte: Valor

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here