De acordo com o último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o mês de agosto se encerra com mais um período de alta para o diesel.

De acordo com o último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o mês de agosto se encerra com mais um período de alta para o diesel. Dessa vez, o avanço foi de 0,64% em comparação a julho. Desde o início do ano as bombas de todo o País registraram aumentos consecutivos para o combustível. O diesel S-10 também ficou 0,58% mais caro, comercializado a R$ 4,888.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

“Como já era previsto, mais um período se encerra com alta para o diesel, e no caso do comum, quando comparamos a média do mês de agosto, com o menor valor registrado no ano, que foi em janeiro, com o litro a R$ 3,93, a diferença chega a 23%”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Em todas as regiões brasileiras, tanto o diesel comum quanto o tipo S-10 apresentaram aumentos no preço médio no fechamento do mês. Assim como na primeira quinzena de agosto, no Nordeste foram registradas as altas mais significativas, de 0,85% para o tipo comum, e 0,68% para o S-10.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A Região Norte lidera o ranking dos preços médios mais altos, com o diesel comum a R$ 5,039. No Sul, os valores mais baixos por litro foram registrados: o tipo comum foi comercializado a R$ 4,467.

 

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here