A Petrobras informou nesta sexta-feira (28) que vai reduzir o preço do diesel em 5% e da gasolina em 4% nas refinarias a partir deste sábado (29).

O preço do biodiesel registrou aumento de 22,6% no último leilão da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis). Dessa forma, é possível que o preço médio do litro do diesel sofra aumento nas próximas semanas. O biodiesel foi vendido em média a R$ 2,857. Anteriormente, o produto foi vendido em média por R$ 2,30.

O fator mais relevante para a alta no leilão é o aumento do percentual do biocombustível na mistura para diesel. No dia 06 de agosto, foi autorizada mudança de 10 para 11% de adição mínima de biodiesel no diesel. Assim, as distribuidoras foram obrigadas a comprar mais da mistura, elevando o custo pela demanda. Entretanto, o setor alega que o aumento acontece em razão do aumento internacional do preço da soja.

De acordo com estimativa do consultor Luis Henrique Sanches, o aumento representa um acréscimo de R$ 0,05 por litro de diesel. No entanto, o repasse deste custo às bombas dependerá da política das distribuidoras.

Nos últimos meses, o preço do diesel tem mostrado relativa estabilidade. Após um começo de ano mais turbulento, com aumentos e ameaças de greve pela categoria de caminhoneiros, o Governo conseguiu se articular para manter os preços mais estáveis. Na última atualização, em 1 de agosto, houve aumento de 3,74%. Por outro lado, em 19 de julho, o combustível teve redução de 2,15%.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here