Preço da gasolina deve iniciar o ano em queda

O levantamento foi realizado pela ValeCard e é uma projeção com base no dólar, levantamentos do Banco Central e da Petrobrás

O preço médio da gasolina fecha o mês de maio a R$ 7,54, alta de 0,67% no comparativo com o mês de abril. Já o etanol continua registrando

O preço da gasolina deve iniciar o ano de 2022 com queda média nacional após quase um ano e seis meses de aumentos consecutivos. No primeiro trimestre, a projeção realizada pela ValeCard indica queda acumulada de 5,94% com o combustível vendido a R$ 6,18 em março. Mas, em abril, o preço voltará a subir e atingirá a maior alta em setembro, batendo a casa dos R$ 6,55, patamar semelhante ao atual.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

De acordo com José Geraldo Ortigosa, CEO da ValeCard, o grande influenciador do preço do combustível é o dólar. “Além do equilíbrio macroeconômico para o início 2022, nossa projeção levou em consideração a previsão do dólar e a formação do preço do combustível para o mês de janeiro, levantamentos realizados pelo Banco Central e pela Petrobrás, respectivamente”, afirma o executivo.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!