Para se prevenir contra o Coronavírus (vírus 2019-nCoV) os portos do Paraná têm tomado uma série de ações. Sendo assim, a empresa pública Portos

Para se prevenir contra o Coronavírus (vírus 2019-nCoV) os portos do Paraná têm tomado uma série de ações. Sendo assim, a empresa pública Portos do Paraná intensificou medidas sanitárias e práticas de controle de tripulação para minimizar os riscos de infecção. De acordo com as regulamentações sanitárias internacionais, a autoridade portuária segue um protocolo diferenciado para embarcações e tripulantes vindos das áreas epidêmicas.

Ainda mais, siga-nos no Instagram e fique informado sobre tudo que acontece no setor de transportes

As exigências aos navios seguem orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e estão publicadas na Ordem de Serviço 12/2020. Além disso, a empresa pública estabelece um regime ainda mais intensivo de limpeza nos controles biométrico de acesso às áreas alfandegadas.

Como medida cautelar, cartazes com orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde sobre o Coronavírus já estão afixados nos diversos ambientes dos portos do Paraná, em três idiomas: português, inglês e mandarim.

Ao todo, quase 3 mil pessoas acessam as áreas primárias do porto de Paranaguá diariamente, incluindo colaboradores, parceiros, terceiros e visitantes. “Nossos terminais são porta de entrada e saída de produtos e pessoas para o mundo. Enquanto autoridade portuária, estamos alinhados com as orientações das organizações nacionais e internacionais de saúde”, afirma o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. Este ano, entre os 156 navios que atracaram nos portos paranaenses. No entanto, somente dois eram procedentes de portos chineses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here