De acordo com a FreteBras, já é possível sentir alguns efeitos da pandemia de coronavírus nas importações e exportações nos portos.

Os portos de Paranaguá e Antonina movimentaram 3,44 milhões de toneladas de carga em janeiro, de acordo com a Portos do Paraná, em nota, nesta segunda-feira, 10. Dessa forma, houve alta nos volumes de carga geral e granéis líquidos. Com destaque de açúcar em saca, contêineres, óleo vegetal e derivados de petróleo.

Ainda mais, siga-nos no Instagram e fique informado sobre tudo que acontece no setor de transportes

Vale ressaltar que, os granéis sólidos representam mais de 55% da movimentação (1,9 milhão de toneladas). No entanto, os maiores crescimentos ocorreram em embarques e desembarques de granéis líquidos (+25% ante igual mês do ano anterior) e de carga geral (+19% na mesma base de comparação).

Entre os granéis líquidos, a movimentação de óleos vegetais, principalmente de soja, foi de 27.548 toneladas em janeiro, ou seja, 6% acima de igual período de 2019. Esses produtos são exportados principalmente para a Ásia.

De acordo com Lucas Cézar Guzen, gerente de uma das operadoras que movimenta o produto no porto, a Cattalini, “A explicação para a exportação acentuada que tivemos no início do ano, diferente de anos anteriores, é que o preço do produto no mercado argentino, nosso principal concorrente nas exportações para o mercado asiático, estava superior ao preço brasileiro. Acaba-se, então, buscando o mercado brasileiro para suprir a demanda internacional”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here