A SPA (autoridade portuária de Santos, antiga Codesp) divulgou o plano de zoneamento que deverá nortear o crescimento do Porto de Santos.

A SPA (autoridade portuária de Santos, antiga Codesp) divulgou o plano de zoneamento que deverá nortear o crescimento do Porto de Santos. De acordo com o programa esse deve será o maior do país, pelos próximos 20 anos.

O chamado PDZ (Plano de Desenvolvimento e Zoneamento), prevê o aumento da participação do modal ferroviário no transporte. Além disso, uma reorganização espacial dos terminais, com agrupamentos por tipo de carga.

Ainda mais, siga-nos no Instagram e fique informado sobre tudo que acontece no setor de transportes

O plano prevê a expansão da capacidade operacional do porto em 49% até 2040. Assim, a capacidade passaria dos atuais 161,9 milhões de toneladas para 240,6 milhões de toneladas. A proporção de cargas que hoje chegam aos terminais por vias férreas saltaria de 33% para 40% nos próximos 20 anos.

O plano enfrenta resistência do Sindicam (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Autônomos). O sindicato afirma que o PDZ deverá causar demissões, o que é negado pela autoridade portuária.

“Não faz sentido [a posição do sindicato] porque o plano prevê aumento de demanda, de capacidade e maior eficiência. Isso gera empregos, e não o contrário”, afirma o presidente da SPA, Casemiro Tércio Carvalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here