Por causa da alta nos casos de contaminação e mortes de Covid-19 e pela falta de insumos, Scania e Volvo terão suas produções afetadas no país.

Por causa da alta nos casos de contaminação e mortes de Covid-19 e pela falta de insumos, Scania e Volvo terão suas produções afetadas no país. Com isso, as montadoras suecas se juntam a Volkswagen Auto que já anunciou uma interrupção de 12 dias nas suas fábricas de automóveis nesse fim de março.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A Scania vai interromper a produção de sexta, 26, até 5 de abril. Por sua vez, a Volvo reduzirá a sua produção de veículos em 70%, de hoje, 23, até o fim de março. Dessa forma, as companhias esperam colaborar para prevenção da transmissão da doença entre seus funcionários no pior momento da pandemia.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

“A medida tem impacto sobre a maioria dos empregados da produção de caminhões. No entanto, parte do efetivo seguirá em atividade, incluindo a produção de ônibus, parte da produção de caminhões, o serviço de atendimento emergencial a veículos Volvo, bem como a distribuição de peças para as concessionárias e distribuidores da marca. Cerca de 1.500 funcionários administrativos também continuam trabalhando em regime de home office, por tempo indeterminado”, diz a nota da Volvo, que tem 3,7 mil funcionários em Curitiba.

 

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here