A Volvo demostrou mais uma vez seu compromisso com a meta de “Zero Acidentes”, envolvendo os veículos da marca. A montadora sueca

A Volvo demostrou mais uma vez seu compromisso com a meta de “Zero Acidentes”, envolvendo os veículos da marca. A montadora sueca acaba de entregar os primeiros ônibus equipados com a última versão do SSA (Sistema de Segurança Ativa), um pacote de tecnologias voltadas para segurança veicular, que colaboram para evitar acidentes. E que está disponível em todos os chassis rodoviários da marca nas versões 4×2, 6×2 e 8×2, desde que equipados  com motor traseiro. Os novos ônibus com SSA foram adquiridos pela empresa Pedra Azul, do Espírito Santo e a Transacácia, sediada em Maringá (PR).

Segundo Paulo Arabian, diretor comercial da Volvo no Brasil, o pacote de segurança SSA representa um custo adicional de cerca de R$ 25 mil, em relação aos veículos de série. Contudo, a economia proporcionada com a redução dos custos com inúmeros componentes pastilhas de freio, pneus etc compensam largamente o investimento. “Sem contar a economia de vidas humanas, de valor incalculável”, rebate o diretor.

A vida em primeiro lugar

A opinião tem o aval do empresário Antonio Maria Reinaldo, da Transacácia, que sempre valorizou a questão da segurança como fator diferencial do seu negócio, a despeito do gasto que acarreta. “Sempre investi e continuo investindo em novas tecnologias de segurança, porque a vida está em primeiro lugar”, afirma “Toninho” como é mais conhecido, dono de uma frota de nove ônibus, seis deles da marca Volvo, que operam no transporte de fretamento nacional e internacional.

“A segurança está no DNA da Volvo. Trazer o ABS em ônibus para o Brasil foi um importante passo para ajudar a conscientizar o mercado sobres as novidades em segurança que já eram utilizadas em países desenvolvidos”, completa Arabian, convencido das vantagens dessa tecnologia.

“O SSA é um conjunto completo recursos de segurança ativa que contribuem decisivamente para apoiar o motorista e melhorar a operação”, explica de outro lado o gerente de engenharia de vendas da Volvo Buses Latin America, Gilcarlo Prosdocimo. Segundo ele, o aparato inclui o “Aviso de Colisão Frontal com Frenagem de Emergência”, que utiliza um radar e uma câmera instalados no veículo para monitorar obstáculos no caminho.  O mesmo se dá com o “Aviso de Mudança de Faixa”, que alerta o condutor sempre que o ônibus passar sobre as faixas da pista à esquerda ou à direita sem ligar as setas.

Ônibus TransAcácia (Foto: divulgação)

Alerta no para-brisa

Outro recurso do pacote é o “Sinal de Alerta no Para-brisa” (Heads Up Display), que projeta uma barra vermelha de luzes de Led no para-brisa, sempre houver o risco de impacto com outro veículo. Já o “Piloto Automático Adaptativo” mantém a velocidade constante do ônibus, ao mesmo tempo que mantém um distanciamento segura do veículo à frente.

Acrescente-se a essa lista o “Controle Automático de Velocidade”, que estabelece limites em locais previamente determinados, como trechos de rodovias, curvas perigosas, terminais rodoviários ou proximidade com escolas, entre outros.  Sem contar os dispositivos standard, que há anos equipam os ônibus rodoviários da Volvo, como o ESP (Programa Eletrônico de Estabilidade), o ABS (Sistema Antibloqueio das Rodas), os freios a disco e o EBS (freios com controle eletrônico).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here