O número de acidentes com vítimas fatais em trechos de rodovias estaduais que ficam na Baixada Santista, no litoral de São Paulo,

O número de acidentes com vítimas fatais em trechos de rodovias estaduais que ficam na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, caiu 27,4% no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Em 2019, foram registrados 62 acidentes com vítimas fatais nas rodovias da região. No entanto, neste ano, o número caiu para 45 ocorrências, que deixaram 49 mortos. Além disso, a maioria dos acidentes deste semestre foi causada por homens (90%), entre 18 e 24 anos (22%) e envolviam motocicletas (36%). Os dados são de acordo com o Infosiga SP, coordenado pelo programa Respeito à Vida, do Governo do Estado.

Segundo informações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), as estradas mantiveram um movimento de veículos estável no semestre. Apesar da queda em março e abril, devido ao isolamento social, houve um aumento em maio e junho, de 6% e 6,5%, respectivamente.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Em 2019, grande parte dos acidentes de trânsito fatais ocorreram nas noites de sábado e nas noites de quarta-feira. Assim, consequentemente, dia em que muitas pessoas costumavam se juntar para assistir futebol. Neste ano, a maioria dos acidentes ocorreu entre as noites de sexta e as madrugadas de sábado.

Em todo o período de quarentena, o Governo de São Paulo não impôs restrição na utilização das estradas paulistas. Entretanto, intensificou a fiscalização e as orientações educativas, em parceria com a Polícia Militar Rodoviária, nas principais rodovias do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here