A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) declarou que apoia a imediata redução do percentual de biodiesel misturado no óleo diesel
A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) declarou que apoia a imediata redução do percentual de biodiesel misturado no óleo diesel comercializado no Brasil. Assim, objetivando reduzir o alto custo praticado no litro do diesel nas últimas semanas.
Com isso, a entidade mostra estar de acordo com proposta na Nota Técnica elaborada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). Na Nota, divulgada na sexta-feira (5/3), a CNT propõe a redução de 50% ou mais do biodiesel na composição do combustível, para alívio imediato no preço do diesel, podendo zerar o nível do insumo por um período limitado.

Atualmente o diesel comercializado no Brasil tem 13% de biodiesel adicionado. No entanto, essa porcentagem destoa dos níveis praticados em outros países. No Japão, por exemplo, o biodiesel representa apenas 5% do insumo. Na Comunidade Europeia, a taxa é de 7%.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 
A Nota destaca ainda desvantagens do uso excessivo do biodiesel pela frota brasileira, como, por exemplo, o comprometimento da mecânica e do desempenho dos veículos, em especial os mais antigos, pela característica desse combustível de absorver água, elevando os riscos de contaminação do diesel e proliferação de microorganismos, com poder de degradar o combustível e causar danos nos tanques de armazenamento e componentes automotivos.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here