A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística - NTC&Logística publicou uma nota em função do aumento de tributos no transporte.

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística – NTC&Logística publicou uma nota em função do aumento de tributos no transporte. De acordo com a entidade a situação do setor é grave, e vem piorando a cada dia.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Pela nota, a associação indica quais são os principais itens que formam o custo das operações de transporte, e sofreram elevados aumentos de preço, tais como:

• O óleo diesel, que representa em torno de 46,08% do custo direto, subiu 49,7% no período;
• Os juros básicos (SELIC) nos últimos seis meses evoluíram de 2% para 8,5% (projeção para outubro/21). Os spreads bancários também subiram cerca de 2 pontos percentuais;
• Os preços de caminhões e implementos rodoviários aumentaram mais de 50%;
• A inflação setorial superou 30% no período.

Como consequência desses números, a entidade faz uma alerta para diversas situações que agravam o cenário logístico no pais. Entre eles, está BID’s frequentes, o aumento dos prazos de pagamentos, falta de capacidade de investimento, entre outros.

Portanto, a NTC faz uma pelo para que seus associados sigam algumas diretrizes, visando preservar a viabilidade econômica das empresas:

• que procurem adequar os prazos de pagamento de seus serviços aos ciclos financeiros efetivos das operações. As referências legais preveem sempre o pagamento de fretes à vista;
• incorporarem na formação de seus preços, itens de custo real de financiamento, que viabilizem no médio prazo a renovação das frotas;
• ao contratarem serviços, considerarem garantias de produtividade, como meio de compensar a perda econômica decorrente de eventuais fatores externos, não previstos;
• que incluam nos contratos de prestação de serviços, cláusula estabelecendo recomposição imediata das tarifas em função da variação do preço do diesel.

Confira a nota na íntegra clicando aqui

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here