Duas das maiores entidades do setor de transporte se manifestaram sobre uma possível greve dos caminhoneiros, marcada para o próximo dia 1.

Duas das maiores entidades do setor de transporte se manifestaram sobre uma possível greve dos caminhoneiros, marcada para o próximo dia 1. Dessa forma, a CNT, Confederação Nacional do Transporte, e a NTC&Logística se posicionaram contra a ameaça de uma manifestação nesse sentido.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Em nota a CNT afirmou que não apoia a possível paralisação. Além disso, prometeu garantir o abastecimento do país com as transportadoras. “A CNT não apoia nenhum tipo de paralisação de caminhoneiros e reafirma o compromisso do setor de transportador com a sociedade. Se houver algum movimento dessa natureza, as transportadoras garantem o abastecimento do país, desde que seja garantida a segurança nas rodovias.”

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Por sua vez, a NTC afirmou o compromisso de não apoiar uma possível greve. No entanto, cobrou das autoridades que sejam tomadas medidas para impedir o bloqueio das rodovias. “As empresas transportadoras, pela sua entidade de representação, manifestam ao povo brasileiro o seu compromisso em manter a atividade em todo o território nacional, esperando das autoridades federais e dos estados a adoção das medidas necessárias para impedir o bloqueio nas rodovias”.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here