A Iveco aproveitou o lançamento do novo Tector Auto-Shift Coletor, para comemorar o bom momento vivido pela empresa no país. Em 2020, a montadora instalada

A Iveco aproveitou o lançamento do novo Tector Auto-Shift Coletor, para comemorar o bom momento vivido pela empresa no país. Em 2020, a montadora instalada em Sete Lagoas (MG) registrou um aumento de 30% no volume de licenciamentos de caminhões, ante um recuo de 11% do restante da indústria. Já em 2021, a empresa manteve esse ótimo desempenho, ao contabilizar um crescimento de 77,8% nos emplacamentos de veiculos de carga de janeiro a agosto; bem acima da média do setor que avançou 50,3%$ no período. Já no segmento de ônibus o resultado foi ainda mais expressivo: enquanto o mercado em geral avançou 15,4%, a Iveco registrou alta de 419,5% nos licenciamentos de chassis. Em um setor disputado por grandes players mundiais, a montadora italiana foi a empresa que mais se destacou entre os fabricantes full liner.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

“O resultado positivo foi uma feliz combinação de fatores”, explica Márcio Querichelli, presidente da Iveco Latin America. Ele lembra que, desde 2015 a empresa vem se preparando para essa arrancada, que inclui a adaptação da fábrica aos novos volumes, o investimento na estrutura fabril, a renovação completa do portfólio de produto o aumento da rede de revendas. “Sem contar o principal de tudo que é o foco permanente no cliente, aliado a um super entrosamento de todo o time da Iveco”, completa.

O que move o time

Ricardo Barion, diretor Comercial da empresa, faz coro com seu colega de fábrica, ao enfatizar que a gama de produtos da marca hoje está alinhada com as necessidades do mercado. “Mas o trabalho para melhorar o que já está bom é o que move o time”, ressalta o executivo que atribui sua receita de sucesso à combinação de alta tecnologia com baixo custo de operação.

No esforço de garantir tais resultados, a Iveco vem se empenhando em inúmeras frentes. A empresa já se prepara para a oferta de combustíveis alternativos, através do programa Natural Power junto a grandes parceiros. Sem citar datas, Marichelli afirmou que a idéia é aproveitar a expertise europeia e argentina da empresa, para o lançamento de veículos a gás.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Nova empresa

Outra novidade é processo de spin-off, com vistas à criação de uma nova empresa que será composta pelas marcas Iveco, Iveco Bus, Iveco Defence, Magirus e FPT, voltada exclusivamente para veículos comerciais, que deve ocorrer a partir do ano que vem. Outra importante frente é a atenção para a nova norma Proconve (Euro VI), prevista para entrar em vigor no biênio 2022/2023. O primeiro lançamento com a nova motorização acontece em janeiro de 2022, na forma do novo Iveco Daily Euro VI de 3,5t de PBT.

Enquanto isso não acontece, a empresa aproveita para ocupar novos nichos de mercado. Caso do novo Tector Auto-Shift Coletor, voltado para a coleta de resíduos. É o primeiro caminhão projetado para esse mercado que vem equipado com câmbio automatizado de série. A novidade agrega importantes modificações na estrutura do veículo, como caixas planetárias reforçadas, assistente de partida em rampa, além de sistema de controle de tração ASR e eixo traseiro reforçado, entre outras melhorias. Alexandre Jordão, gerente de Marketing de Produto da Iveco, explica que o novo Tector Auto-Shift Coletor pode receber implementos de 15 a 19 metros cúbicos, este último na versão 6×2 pusher.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here