Novo Fiat Scudo reforça presença da marca no mercado de furgões

Modelo chega com a intenção de atender o segmento D do mercado de furgões, intermediário entre o Fiorino (B) e Ducato (E)

A Fiat decidiu agregar um novo utilitário ao seu portfólio de veículos comerciais, para ocupar o mercado de furgões leves entre 3 a 8 m3 de capacidade de carga, não atendido pelo Fiorino ou pelo Ducato. A novidade responde pelo nome de Scudo e será oferecido nas configurações Cargo e Multi de motorização a diesel, além de uma versão elétrica. O Scudo pode transportar 6,1 m3  ou 1,5t de carga e utiliza a mesma plataforma do Citroën Jumpy e do Peugeot Expert. A estratégia da Stellantis, que reúne as três marcas, repete a fórmula adotada no lançamento da Partner Rapid, da Peugeot, que aproveita a mesma base, o trem-de-força e a carroceria do Fiat Fiorino.

“Não é de hoje que a Fiat é parceira dos empreendedores brasileiros no mercado de veículos comerciais, com negócios nos segmentos B e E com a Nova Fiorino e o Ducato respectivamente. Nosso objetivo agora é atingir 100% de cobertura desse mercado, com lançamento do Scudo voltado para o segmento D que responde por 22% das vendas, o equivalente a 14 mil veículos por ano”, explica  Herlander Zola, vice-presidente sênior da Fiat na América do Sul. Segundo o executivo, o cliente alvo é o pequeno empreendedor que utiliza o veículo para entregas do last mille, especialmente dos setores de logística, delivery e e-commerce que vem crescendo a passos largos.

Por esse motivo, o Fiat Scudo foi concebido para proporcionar o máximo de produtividade, aliado ao conforto e a ergonomia. Montado no Uruguai e com 5.309mm de comprimento e 1,94m de altura, o veículo pode acessar qualquer tipo de garagem, em especial as de shopping centers e supermercados. O volante possui ajuste de altura, assim como o banco do motorista que também conta com apoio de braço. O veículo dispõe ainda de computador de bordo, piloto automático, ar condicionado, travamento das portas do compartimento de carga e botão start stop no lugar da chave. A alta performance do modelo é garantida pelo motor 1.5 turbodiesel de tração dianteira, de 4 cilindros e 1.499 cm3, que entrega 120 cv de potência (@ 3.750rpm) e torque de 300Nm (@1.750rpm), aliado a uma transmissão manual de seis velocidades. No aspecto da segurança, o modelo traz um conjunto de sistemas de controle de estabilidade, frenagem de emergência, antipatinagem das rodas, auxílio de partida em rampa, frenagem antibloqueio, em conjunto com airbags frontais para todos os ocupantes.

 

Family Car

O espaço de carga, por sua vez, tem baixa intrusão da caixa de rodas, as portas traseiras abrem em 180º e a porta lateral é deslizante. O exterior do veículo reproduz as linhas da Jumpy e da Expert, com exceção da grade frontal que traz o logo da Fiat. Tanto a versão Multi quanto a Cargo são oferecidos nas cores prata e branco. Destaque para versão Family Car, para uso como carro de passeio, que oferece 7 + 1 lugares, além de bancos reclináveis em couro ecológico, revestimento de alto padrão, central multimídia e porta malas com 850 litros de volume. Todas as versões admitem incontáveis opções de customização (fotos), de acordo com as necessidades dos clientes.

De olho na onda da eletrificação dos veículos comerciais, que já constitui uma realidade no Brasil, a Stellantis aproveitou para lançar o novo Fiat E Escudo (foto), importado da França e equipado com motor 100% movido a bateria, que promete autonomia de até 330 Km.  Com potência de 100 kW, o equivalente a 136 cv e torque de 260 Nm, o engenho conta com bateria de ion de lítio, que pode ser carregada em até 45 minutos em estação ultra rápida de 100 kW, ou ainda 7 ou 11 horas, com estação rápida de 11 kW/ 7,4 kW pela ordem. Mais interessante de tudo é que o veículo conserva a mesma capacidade volumétrica das versões a diesel, com a vantagem da zero emissão de CO2 e zero de ruído e vibração. A transmissão é automática e o modelo conta com três modos de condução, além da frenagem regenerativa. A versão tem garantia de 3 anos ou 160 mil km e a bateria de 8 anos.

Para garantir o máximo de suporte ao cliente na pós-venda, a marca conta com a rede Fiat Professional com mais de 200 pontos de atendimento no país e serviços exclusivos. Além de planos de revisão de valor pré-fixado – o menor do mercado, segundo o fabricante – e pacotes de manutenção. As vendas do Escudo começam a partir de 1º de agosto, com preços fixados em R$ 187.490, para a versão Cargo; R$ 192.490 na configuração Multi e R$ 329.990 no caso do Fiat E Escudo.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!