Brasil bate recorde em exportações do agronegócio no mês de dezembro e no ano de 2021. Foram US$ 9,88 bilhões, para o mês de dezembro

As exportações de óleo de soja da Argentina provavelmente irão aumentar. Com isso, derrubando os preços internacionais do produto. Devido a uma nova lei do país, que reduz o volume de biodiesel à base de óleo de soja misturado ao diesel comum vendido localmente, afirmaram representantes da indústria nesta segunda-feira.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Parlamentares da Argentina, maior exportadora de óleo de soja do mundo, aprovaram na semana passada uma medida que permite a redução na quantidade de biocombustível à base de soja a ser misturado ao diesel de consumo doméstico.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

“A redução do volume de biodiesel utilizado nos combustíveis localmente vai diminuir o consumo de óleo de soja na Argentina. Então teremos mais óleo de soja para ser exportado. Isso pode impactar os preços internacionais, considerando a grande parcela do mercado internacional que a Argentina possui”. Quem afirma é Gustavo Idígoras, chefe da câmara de agroexportadores CIARA-CEC.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here