A Iveco acaba de trazer ao Brasil a Daily City 30-130, chassi-cabine. Entre as novidades do novo produto da montadora para o país estão as alterações

A Iveco acaba de trazer ao Brasil a Daily City 30-130, chassi-cabine. Entre as novidades do novo produto da montadora para o país estão as alterações visuais do modelo. Assim, o desenho ficou alinhado com o dos demais modelos da gama. Vale ressaltar que todos foram renovados em 2020.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Portanto, a Iveco optou lançar a nova versão da Daily City quase um ano após a estreia da linha renovada. Isso porque as vendas da versão chassi-cabine da City superam as de todas as demais opções da linha. Dessa forma, a montadora optou por manter a campeã de vendas com preço menor por mais um tempo.

Faz parte da gama Daily City 30-130 as versões chassi-cabine, furgão e van de passageiro. Entretanto, em 2020 a City furgão foi atualizada.

Para deixar o chassi 30-130 ainda mais competitivo, o pacote de equipamentos é mais simples que o dos demais modelos da linha. Mesmo assim evoluiu frente à geração passada.

Receita de sucesso com comércio eletrônico

De acordo com o diretor de marketing da Iveco para a América do Sul, Bernardo Pereira, a Daily City atende quem precisa de agilidade na distribuição de mercadorias. “Para o desenvolvimento do produto pensamos no público que está abrindo um pequeno negócio”, afirma. Outro foco do modelo é o autônomo que trabalha em grandes centros.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

A Iveco está de olho no crescimento do comércio eletrônico. De abril a setembro de 2020, 11,5 milhões de brasileiros fizeram compra de forma online pela primeira vez. Os dados são da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

“Outro destaque do modelo é a livre circulação em grandes cidades. Isso porque o chassi-cabine se enquadra na categoria de comerciais leves. Assim, basta que o motorista tenha carteira de habilitação  ‘B’”, explica Pereira.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here