De acordo com dados divulgados ontem, 02, pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) a venda de veículos cresceu 11,4%

De acordo com dados divulgados nesta quarta, 02, pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) a venda de veículos cresceu 11,4% nos primeiros nove meses do ano, ante igual período de 2018. Ao todo, foram emplacados em 2019 2.952.485 veículos, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros. No ano passado, até setembro, haviam sido comercializadas 2.650.230 unidades.

Somente no mês de setembro 336.916 veículos novos foram às ruas. Dessa forma, superando em 12,48% o mesmo mês em 2018. No entanto, houve uma queda de 2,91% em relação a agosto desse ano.

Relembre: Vendas de automóveis crescem 9,9% no acumulado do ano

De acordo com Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, o mercado, ao final do terceiro trimestre, apresentou comportamento positivo. “O mercado continua estável. Porém, ainda em clima de espera, principalmente, por conta realização das Reformas necessárias, como notamos nos últimos meses. A leve retração, observada no mês de setembro, foi consequência de um dia útil a menos de vendas (21 dias em setembro, contra 22 dias úteis em agosto). Assim, ao consideramos o desempenho do mercado, em dias úteis, as vendas cresceram 1,9%”, comentou o Presidente.

Quase 2 milhões de automóveis e comerciais leves

Os segmentos de Automóveis e de Comerciais Leves, no acumulado dos nove primeiros meses, apresentaram crescimento de 8,75%. Ao todo, são 1.935.013 unidades. Apenas em setembro, estes segmentos apontaram alta de 9,07%, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Por outro lado, na comparação com agosto, houve leve retração, de 3,24%.

 

“No acumulado de janeiro a setembro, as Vendas Diretas representaram fatia de 45,24% dos emplacamentos de Automóveis e Comerciais Leves, contra 42,13% no mesmo período de 2018. O varejo cresceu 2,9% nesse período, enquanto as Vendas Diretas avançaram 16,77%”, analisou o Presidente da entidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here