Departamento de Estradas e Rodagem, o DER, de São Paulo divulgará a localização de todos os radares no estado. Dessa forma, a lista completa

Com a pandemia de coronavírus, as multas de trânsito aplicadas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) despencaram nos primeiros seis meses deste ano. Dessa forma, foram registradas 2,4 milhões de infrações nas rodovias federais em todo o país, de janeiro a junho. Portanto, uma média de 562 multas por hora.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

A redução chegou a 22% em relação ao mesmo período de 2019, quando os motoristas receberam 3,1 milhões de autuações, média de 727 por hora. No entanto, o ranking dos tipos de infrações teve poucas alterações em relação ao ano passado.

A campeã disparada continua sendo a multa por dirigir com a velocidade superior à máxima permitida em 20%, com 1,05 milhão, média de 240 infrações por hora. Entretanto, a ocorrência também teve uma queda de 39%, considerando o 1,7 milhão registrado no ano passado. Neste caso, a infração é considerada média, com valor de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Em segundo lugar vem a autuação por deixar de manter acesa luz baixa durante o dia nas estradas, com 241.514, um pequeno aumento (1%) em relação ao ano passado, desbancando a de velocidade superior em mais de 20% até 50% da máxima permitida, que ficou em terceiro, com 188.895. A autuação também é considerada média, com valor de R$ 130,16 e mais 4 pontos na carteira de habilitação.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here