De acordo com dados do Painel CNT do Transporte – Aquaviário  a movimentação portuária, em setembro de 2020, alcançou aproximadamente

De acordo com dados do Painel CNT do Transporte – Aquaviário  a movimentação portuária, em setembro de 2020, alcançou aproximadamente 98 milhões de toneladas. Dessa forma, superando em 1,7% que setembro de 2019, quando foram movimentadas 96,3 milhões de toneladas.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Ao comparar a variação entre agosto e setembro de 2020, no entanto, houve redução de 11,3%. O oitavo mês do ano registrou 110,5 milhões de toneladas nos portos brasileiros. Queda semelhante foi observada entre os meses de agosto e setembro de 2019 (quando o volume reduziu de 107,8 milhões de toneladas para 96,3 milhões entre os dois meses).

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

Conforme o presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), Vander Costa, o painel mostra a importância dos terminais privados no transporte aquaviário. “Enquanto os portos públicos movimentaram 34,5% do total de cargas neste ano, os privados respondem por 65,5%, o que corresponde a um volume de 556,5 milhões de toneladas no acumulado do ano”. Segundo ele, “os números reforçam a necessidade de se promover um ambiente favorável aos negócios, à liberdade de empreender e à ampliação da participação da iniciativa privada nos investimentos em infraestrutura”. Isso passa, conforme o presidente, pela desburocratização do setor e pela promoção de segurança jurídica.

A navegação de longo curso responde por 70,5% do volume total no ano até setembro; em seguida vem a cabotagem, com 22,9%; a navegação interior, com 6,4%. O restante corresponde a apoio portuário (0,2%) e apoio marítimo (0,1%).

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here