De acordo com o Despacho complementar, as distribuidoras de combustíveis terão que informar o percentual de biodiesel utilizado.

Mudança determinada pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) passou a valer na última quinta-feira.

Governo Federal elevou para 10% a mistura de biodiesel no diesel comum vendido para o consumidor final. Essa mudança foi aprovada em dezembro do ano passado pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), mas só passou a valer no dia primeiro de março.

Anteriormente, a regra previa um percentual de 8% na mistura. Com a adoção do chamado B10, a expectativa é de que a demanda por biodiesel cresça em 1 bilhão de litros neste ano. A medida contribui para a redução de importações de óleo diesel.

Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) emitiu uma nota informando que a decisão do CNPE traz benefícios imediatos para o Brasil.

“O Brasil substituirá mais 2% do consumo de diesel mineral por biodiesel, que é mais saudável e renovável, enquanto países europeus ameaçam paralisar a frota de carros a diesel para atingir metas de redução de poluição, por não disporem de maior oferta de biocombustíveis”, diz a nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here