A Mercedes-Benz do Brasil é mais uma montadora que decidiu suspender a produção em suas fábricas no país por conta do agravamento da pandemia do coronavírus.

A Mercedes-Benz retomou ontem, 1, o segundo turno na produção de caminhões em São Bernardo do Campo, SP. Dessa forma, a montadora busca atender pedidos específicos de clientes da área de transporte. Além disso, a medida vai colaborar para ampliar o distanciamento social dentro da empresa como reforço às medidas de prevenção à Covid-19.

Ainda mais, fique por dentro das notícias através das nossas redes sociais: Instagram e Twitter 

“Com essa programação, teremos menos pessoas trabalhando por turno, o que assegura o distanciamento”, explica Fernando Garcia, vice-presidente de recursos humanos da Mercedes-Benz América Latina. “Além disso, ajustamos temporariamente o nosso volume de produção para atender encomendas específicas de clientes de caminhões”.

LEIA MAIS: Acompanhe o impacto da pandemia de coronavírus no transporte rodoviário de cargas e passageiros

Menos afetado que o do segmento de leves, o mercado de veículos pesados manteve demanda neste período de crise por conta das entregas de insumos na pandemia, assim como pela maior movimentação no ramo do agronegócio e também em mineração, químico e gás, celulose, alimentos, bebidas e produtos farmacêuticos. E são essas aplicações que têm gerado esses novos pedidos de produtos da marca alemã.

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here